imagem 1 imagem 2 imagem 3 imagem 4 imagem 5

Qual a coisa mais importante que um gerente pode dizer?

Existe muita verdade por trás do ditado “Pessoas não deixam empregos ruins. Elas deixam chefes ruins”. Com mais frequência do que se imagina, não é porque o emprego paga mal, mas sim porque os funcionários sentem-se desvalorizados e desprestigiados. Mas o que um chefe pode fazer para deixar seus funcionários felizes? Muitos gerentes pensam que seu trabalho é apenas fornecer um salário, mas isso não é o suficiente se você quer seus funcionários engajados e produtivos no negócio.

Existe muita verdade por trás do ditado “Pessoas não deixam empregos ruins. Elas deixam chefes ruins”. Com mais frequência do que se imagina, não é porque o emprego paga mal, mas sim porque os funcionários sentem-se desvalorizados e desprestigiados. Mas o que um chefe pode fazer para deixar seus funcionários felizes? Muitos gerentes pensam que seu trabalho é apenas fornecer um salário, mas isso não é o suficiente se você quer seus funcionários engajados e produtivos no negócio.

Os bons gerentes sabem que seus funcionários precisam se sentir reconhecidos. Nada funciona melhor do que elogios positivos. Pesquisas indicam que, para mantê-los felizes, é necessário elogiar seus funcionários três vezes mais do que criticá-los. Em vez de ser rápido na crítica, seja eficiente em pontuar coisas boas que você vê seus funcionários fazendo. Isso irá não só reforçar o reconhecimento das ações positivas como também irá encorajar que os outros trabalhadores façam o mesmo.

Os métodos de reconhecimento devem, claro, ser ajustados ao tipo de companhia e à personalidade do funcionário. Recompensas especiais são pouco eficazes se forem dadas somente pela força do hábito ou sempre para as mesmas pessoas. Não só reconheça os que têm as melhores performances, mas também aqueles que oferecem suporte, tenham melhorado ou deram seu melhor. Toda contribuição de cada membro da equipe, seja pequena ou grande. Você deve deixá-los cientes de que ajudaram. Reconhecimento, somado a recompensas incentivadoras, melhora o ânimo e é um impulsionador de performance. Mesmo o funcionário mais lento vai dar o melhor da sua habilidade se souber que seus esforços serão reconhecidos.

Não custa muito mostrar aos funcionários como eles são valorizados:

  • Critique no privado; elogie em público. Faça o elogio em público no momento certo e específico;
  • Um agradecimento personalizado, detalhando onde o funcionário ajudou;
  • Reconhecimento em reuniões;
  • Lembre-se de contar também ao supervisor. “Não diga para mim. Diga para o meu chefe”;
  • Ofereça um café da manhã ou almoço aleatório;
  • Traga um presente relevante. Mesmo que seja algo para ajudá-lo a trabalhar melhor;
  • Dê tempo de descanso.

Ações falam mais que palavras. Dizer “obrigado” só terá um verdadeiro significado se seus funcionários souberem que você é uma pessoa autêntica. Seja um líder que genuinamente se importa com seus funcionários. Outras frases boas que se dão bem com o “obrigado” são:

  • Bom trabalho.
  • Muito bom.
  • Me desculpe.
  • Como eu posso ajudá-lo?
  • O que você pensa sobre isso?

“As pessoas trabalham por dinheiro, mas vão além por reconhecimento, elogios e recompensas” - Dale Carnegie

É também importante reconhecer o trabalho esforçado e o empenho dos funcionários mesmo quando as coisas não acontecem como planejado. Não suponha automaticamente que um trabalho que deu errado significa que o time não deu o seu melhor para realizá-lo.

Dois dos desejos humanos mais básicos são legitimação e reconhecimento - precisamos nos sentir importantes. Queremos nos sentir prestigiados, respeitados e incluídos. A boa notícia é que mesmo que você invista uma quantidade pequena de tempo para agradecer à sua equipe, poderá evitar bastante sofrimento para si mesmo e para o negócio. Às vezes, são as pequenas coisas que fazemos que mais contam. Esperar muito para reconhecer os funcionários pode resultar em ressentimento. Empregados sem reconhecimento custam dinheiro não só quando (inevitavelmente) deixam a empresa, mas também quando continuam nela (trabalho ruim, atendimento ao cliente insatisfatório, produtividade reduzida).

Escolha ver o melhor nos outros. Escolha ver o que faz deles excepcionais. Faça com que eles saibam as coisas incríveis que você vê. Aproveite os pontos fortes do seu time e todos saem ganhando.